window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'UA-73310035-1');

Por que Push Notifications não são o bastante

Tudo indica que o Boom Push Notifications em empresas será interminável. Porém mais que um simples Boom, ou coisa da moda, dados nos mostram que algumas empresas conseguem realmente aumentar a retenção e o retorno do investimento (ROI) de seus aplicativos após implementar Push Notifications. Esses não são casos extremos, normalmente, aplicativos tem uma taxa de retenção 7x maior quando eles utilizam Push Notifications.

Apesar disso, “apenas” enviar Push Notifications não é o bastante, principalmente quando é feito de maneira genérica e não baseado em dados. Se você está fazendo isso hoje pode estar tendo problemas de engajamento ou ainda pior denegrindo a experiência da marca com seus usuários.

Para garantir que Push Notifications sejam efetivas são necessárias algumas estratégias, aqui estão algumas situações que teremos problemas e podemos melhorar.

 

Assegurando OPT-Ins para alcançar uma maior audiência

 

O problema

por-que-push-notifications-no-so-o-bastante

Para se mandar Push Notifications, times de marketing precisam de uma permissão explicita de cada usuário. Por se tratar de uma forma muito pessoal de envio de mensagens, existe uma grande chance de uma boa parte da audiência não aceitar receber Push Notifications imediatamente. Alguns usuários têm receio de receber notificações desnecessárias, e então bloqueiam seu recebimento a não ser que tem uma certa confiança com o aplicativo. Enquanto isso, empresas estão perdendo uma grande oportunidade para cada usuário que continua bloqueando Push Notifications.

 

A Solução

por-que-push-notifications-no-so-o-bastante

 

Uma das técnicas mais efetivas para se aumentar a aceitação de Push Notifications são o que chamamos de Pré-Permissão para recebimento.

A Pré-Permissão para recebimento são telas ou pop-ups que explicam claramente porque Push Notifications podem ser relevantes e perguntam de uma maneira mais pessoal se ele deseja receber Push.

E o melhor de tudo, a resposta do usuário para a Pré-Permissão não responde diretamente com o serviço de notificações do dispositivo, que uma vez rejeitado pelo usuário impossibilita de solicitar novamente a permissão do mesmo. Logo, caso um usuário opte por não receber notificações na pré-permissão você ainda tem a chance de tentar em outra ocasião.

 

Enviando notificações para os usuários

 

O Problema

Vimos acima que Push Notifications por si já ajudam a melhorar as taxas de retenção e o engajamento de aplicativos. Porém enviar notificações para todos os usuários como se fossem um só pode ser interruptivo, e ainda dar a impressão de que a empresa está fazendo SPAM.

As pessoas estão cada vez mais exigentes com o que recebem e se importam cada vez mais em ter uma experiência positiva, então os resultados podem ser desastrosos

 

A Solução

Personalização e Segmentação. Quando falamos de Push Notifications essas são ferramentas vitais, elas tangem todos os passos da jornada do consumidor, por isso é muito importante fazer bem feito.

No fundamento mais básico, personalização é o processo de enriquecer seu conteúdo de marketing com dados específicos dos clientes. Por exemplo utilizar o primeiro nome ou coisas que os usuários gostam em uma mensagem.

Porém para obter mais resultados é preciso ir mais além. Em um CRM Mobile, você encontrará vários atributos para cada consumidor de forma individual, como quantidade de acessos, última sessão e outros eventos do app.

por-que-push-notifications-no-so-o-bastante

Através desses dados podemos criar pequenos grupos de usuários (Segmentos), a partir de uma grande base filtrando os usuários através de atributos em comum. Campanhas personalizadas irão dar o toque de proximidade que você precisa ter com sua valiosa base de cliente, e ajudará a aumentar ainda mais o retorno das suas campanhas (Taxa de abertura e Conversão) e a retenção dos seus usuários.

 

 Criando campanhas unificadas entre Apps e Web

 

O Problema

Muitas empresas mantêm websites e aplicativos móveis. E com certeza ser multi-canal é uma estratégia assertiva, tendo em vista que Desktops representam 34% do tempo que pessoas gastam em plataformas digitais e navegação web mobile 7%.

por-que-push-notifications-no-so-o-bastante

Ser multi-canal significa que alguns usuários utilizarão exclusivamente o app ou website, e outros utilizarão ambos. Com todas essas variáveis, se comunicar com os usuários nessas duas plataformas pode ser um desafio.

 

A Solução

Para empresas que possuem Apps e websites mobile e desktop, Web Push é a companhia perfeita para as Push Notifications. Web Push funcionam de maneira muito parecida a Push Notifications de aplicativos móveis, porem são enviadas através de um navegador.

Combinando Web Push com Mobile Push Notifications, não importa mais qual canal seu usuário prefere, você conseguirá garantir uma experiência completa e consistente.

 No geral, o básico Push Notifications podem funcionar, porem se você está fazendo isso sem estratégia, provavelmente está perdendo oportunidades e até mesmo dinheiro.

Sobre o Autor:

CO-Fundador e CEO (Chief Engagement Officer) da Inngage. Vamos conversar sobre engajamento de usuários?

Deixar um comentário